# Cuidados e Manutenção dos Pneus

Sistema de Monitorização da Pressão dos Pneus (TPMS)

Monitorize a pressão dos pneus em tempo real

Alguns factos

Vantagens dos sistemas de monitorização da pressão dos pneus

  • O sistema TPMS [Tire Pressure Monitoring System] mede continuamente a pressão do pneu, e alerta o condutor caso esta desça abaixo de um certo nível. 
  • Este sistema também ajuda a diminuir o consumo de combustível do automóvel e as suas emissões de CO2.
  • Otimiza as caraterísticas de desempenho do pneu e contribui para o aumento da sua vida útil.

A segurança e o conforto de condução estão diretamente relacionados com o estado dos seus pneus. Se estiverem em más condições, é apenas uma questão de tempo até que ocorra um desastre. Aproximadamente 40% de todos os incidentes de falha inesperada dos pneus, por exemplo, são causados por pneus com pressão insuficiente.

Para resolver este problema, a Continental desenvolveu um sistema de monitorização da pressão dos pneus (TPMS) que funciona com sensores de roda e sistemas de travagem para alertar o condutor sobre níveis baixos da pressão dos pneus, através uma luz no painel de controlo do veículo.

Display with TPS in the cockpit.

O TPMS monitoriza de forma contínua e fiável a pressão dos pneus em tempo real. No caso de perda de pressão abaixo de um limite seguro, o condutor é alertado imediatamente para agir. Quando usado corretamente, o TPMS pode aumentar a segurança na condução, eliminando uma causa frequente de acidentes.

Ficou impressionado, certo? Mas há mais! Outro benefício desta tecnologia é que reduz o consumo de combustível do seu carro e as emissões de CO2.

Se os pneus do seu carro estiverem com uma pressão insuficiente de apenas 0,3 bar, por exemplo, o veículo consumirá 1,5% a mais de combustível – e produzirá uma maior quantidade equivalente de emissões de CO2.

Existem mais vantagens do sistema TPMS, incluindo:

  • Otimização das características de desempenho do pneu, desde o desempenho de travagem até à proteção contra o efeito da aquaplanagem; 
  • Maior vida útil do pneu; 
  • Sinal de alerta relacionado com a velocidade; 
  • Compatível com um conjunto completo de soluções mecânicas da Continental.

Tecnologia de ponta com o sistema TPMS

Vejamos mais de perto o funcionamento interno de um sistema de monitorização da pressão dos pneus. Como funciona?

As leituras são realizadas diretamente no pneu. Existem sensores montados na jante e integrados na válvula, alimentados por bateria, que medem a pressão do pneu. Esses dados são codificados e transmitidos num sinal de alta frequência para um recetor. Um software dedicado processa as informações e mostra-as no painel do veículo.

Graças a estes sensores, o condutor tem agora uma supervisão completa das alterações na pressão dos pneus. E o mais importante: é avisado antes que surja uma situação crítica.

O software do sistema TPMS é tão sofisticado que, após avaliar os dados recolhidos, consegue calcular a taxa de diminuição da pressão. Conta ainda com funções adicionais como avisar quando a pressão se aproxima de limites específicos, comparar continuamente a temperatura do pneu, identificar automaticamente o pneu analisado e verificar o pneu sobressalente.

O sistema TPMS é ainda capaz de distinguir se o veículo está em movimento ou parado e ajusta a frequência dos sensores. Quando o veículo está em movimento, a pressão e a temperatura dos pneus são monitorizadas a cada poucos segundos, com leituras contínuas. Se o veículo estiver parado, o TPMS faz medições em intervalos mais longos. As leituras são transmitidas apenas após ser detetada uma mudança de pressão.

Regulamentação Europeia sobre sistemas TPMS

A Comissão Europeia aprovou uma lei que exige sistemas integrados de monitorização da pressão dos pneus em todos os carros novos fabricados desde 2014.

Muitos veículos já incluem o TPMS como um equipamento padrão. Esses sistemas também podem disponibilizar os seus dados a outros sistemas do veículo como, por exemplo, o sistema de travagem. No entanto, mesmo que o seu veículo venha equipado com um TPMS, isso não significa que deva parar totalmente de realizar uma verificação manual da pressão dos seus pneus ocasionalmente. A Continental recomenda verificar a pressão dos pneus uma vez a cada duas a quatro semanas como medida de prevenção.

Outros conteúdos




Dealer Locator

A segurança do veículo melhora significativamente com a integração de um sistema TPMS. Aprenda tudo sobre estes sistemas de monitorização da pressão dos pneus.